jimi

Hendrix Hits London

10/06/2015 às 10:00h a 30/07/2015
jimi
jimi

Samsung Rock Exhibition traz ao Brasil a exposição “Hear my Train a Comin´: Hendrix Hits London”.

 

“Eu não sabia de nada. Não sabia de onde ele vinha. Nós o adotamos na Inglaterra, porque ele era ótimo. Ele não era famoso na América e tinha vindo pra cá. Veio para a Inglaterra e estávamos lá. Gravou seu primeiro disco na Inglaterra. Ele era nosso“.

Mick Jagger

 

Em junho, São Paulo irá receber a exposição “Hear my Train a Comin’: Hendrix Hits London”, primeira edição do projeto Samsung Rock Exhibition – série anual de exposições dedicadas ao universo da música, criada pelo Instituto Dançar com patrocínio da Samsung. Esse projeto compõe a eclética plataforma de atividades relacionadas à música, “Samsung conecta você à sua música” e conta com apoio do Shopping JK Iguatemi.

“Sabemos que a música é uma das maiores paixões dos brasileiros. Ela é capaz de conectar pessoas à sua cultura e entre elas mesmas. Por isso, em 2015, decidimos realizar diversas ações que unem nossa tecnologia à música. Acreditamos que essa mistura é capaz de proporcionar momentos inesquecíveis”, afirma Elaine Ishibashi, gerente sênior de Marketing Corporativo da Samsung no Brasil.

Sob curadoria de Jacob McMurray do EMP Museum (Experience Music Project Museum), a mostra permitirá que o público brasileiro conheça detalhes sobre o período em que Jimi Hendrix atravessou o Atlântico e iniciou carreira em Londres.

Hendrix Hits London retrata um momento crucial na história do músico. Depois de viver como “figurante” das bandas em que tocou, foi na Inglaterra que ele se consolidou como artista e um dos maiores guitarristas do mundo. Tudo isso devido ao baixista da banda The Animals, Chas Chandler, que ficou chocado ao ver Hendrix tocando com a banda Blue Flames na casa de shows CafeAu Go Go, em Nova Iorque, e o convidou para seguir carreira na capital inglesa. Hendrix foi convencido pelo discurso de Chas que Londres era mais aberta a novos estilos musicais e entenderia as composições e a singularidade da performance do músico no palco.

Com inauguração agendada para 10 de junho, a exposição invadirá o Shopping JK, em São Paulo, e será divididaem 14 alas: Hendrix Jackets, Mitch Mitchel Focus, Case Lyrics: Love or Confusion, Hey Joe to Purple Haze, Walker Brothers Tour to Wind Cries Mary, Band Setup, Film Monitor, Are You Experienced to Monterey, Jimi´s Record Collection, Map Wall, Woodstock Strat, Saville Guitar Fragments, Monterey Guitar Fragments e Mixing Interaction

Hendrix Jackets

Como líder do Jimi Hendrix Experience e estrela em ascensão na cena londrina, Jimi Hendrix criou seu próprio visual icônico, vestindo várias roupas customizadas ou "sob medida", como a jaqueta floral dourada desenhada pela Dandie Fashions em 1967, que estará na mostra.

MitchMitchel Focus

Roupas e objetos de Mitch Mitchel também estarão na exposição, além de cartas enviadas por fãs. Considerado um dos bateristas mais importantes da história do rock, ele acompanhou Hendrix ao longo da sua carreira e pôde vivenciar momentos históricos ao lado do músico americano. A profunda amizade dos dois é relatada através de declarações como esta: “Mitch é o único que me preocupo em perder. Ele é um pequeno monstro na bateria. E está se tornando tão forte atrás de mim que ele me assusta”– Jimi Hendrix, Melody Maker, julho de 1968.
 

Case – Lyrics: Love or Confusion

Um dos grandes momentos da exposição é este manuscrito da letra de “Love of Confusion”. Há também um retrato do músico, desenhado por ele mesmo, o que entrega outra habilidade do famoso guitarrista.

Hey Joe to Purple Haze

A data que marca o início do período de Hendrix vivido em território inglês é 23 de setembro de 1966. No livro “Jimi Hendrix por ele mesmo”, o artista relata: “Sempre tive a sensação de que, se estivesse certo, um dia eu teria uma chance. Levei muito tempo perambulando e tocando em troca de uma ninharia, mas acho que valeu a pena. Caramba! Acho que eu não aguentaria mais um ano tocando em função dos outros. Ainda bem que Chas me salvou”.

Em 16 de dezembro de 1966, o single “Hey Joe” foi lançado e chegou à quarta posição da parada britânica em Fevereiro do ano seguinte. Já “PurpleHaze”, lançada em março de 1967, estourou em seis dias e alcançou a terceira posição.

Walker Brothers Tour to Wind Cries Mary

Depois de montar a banda Jimi Hendrix Experience com o baixista Noel Redding e o baterista MitchMitchel, Hendrix excursionou com os Walker Brothersna primavera de 1967 e assim foi conhecendo o então desconhecido público inglês e aprimorando cada vez mais a performance nos palcos. “Aprendi muito sobre as plateias britânicas, afinal nos apresentávamos duas vezes por noite. Depois de cada show, Chas e eu conversávamos sobre como tudo tinha ocorrido e o que poderíamos melhorar”, contou Jimi. Este foi um importante momento do início da carreira do guitarrista.

E em maio de 1967, seis dias após ser lançada, “The Wind Cries Mary” chegou às paradas britânicas. Ficou entre as mais tocadas por onze semanas e alcançou a sexta posição.

Band Setup

Aqui os fãs poderão conferir instrumentos usados por Noel e Mitch e ter uma ideia de como era o mapa de palco do power trio mais influente do rock.

Film Monitor

Filmes e documentários com imagens de shows e entrevistas de Hendrix poderão ser assistidos pelo público.

Are you Experienced? to Monterey

Em 12 de maio de 1967, o álbum Are YouExperienced? foi lançado no Reino Unido e permaneceu nas paradas britânicas por 33 semanas, chegando ao segundo lugar, atrás de Sgt. Pepper´s Lonely Hearts Club Band, dos Beatles. Na segunda quinzena de maio, a Jimi Hendrix Experience tocou na Alemanha, Dinamarca e na Suécia, quebrando recordes de público.

Em junho embarcaram para os EUA, foi a primeira vez que Hendrix voltou para a terra natal depois do estrondoso sucesso na Europa. No dia 18 deste mês, fez a lendária apresentação no festival de Montereyna Califórnia, graças ao beatle Paul McCartney.

Jimi´s Record Collection

Conheça as diversas bandas e artistas que influenciaram Hendrix e sua música através de discos da coleção particular do músico. O estilo musical do guitarrista era diverso, o público poderá conhecer as vertentes que ele gostava de ouvir, como Rock, Folk, Clássico, Jazz, R&B, Country, World Music e, é claro, Blues.

“Fui influenciado por tudo ao mesmo tempo - Muddy Waters, Jimmy Reed, Chet Atkins, B.B.King. Eu curtia Howlin’Wolf e Elmore James, mas me interessava por outras coisas também – Ritchie Valens, Eddie Cochran e “Summertime Blues”. E também seria possível dizer que fui influenciado por Bob Dylan e Brian Jones. Eu escuto de tudo, de Bach aos Beatles. Veja, misturando essas coisas todas e ouvindo tudo ao mesmo tempo, para que lado você vai?”, declarou Jimi.

Map Wall

Um grande mapa indicará ao público quais os lugares que a Jimi Hendrix Experience fez mais de 120 shows ao longo dos novos meses que passou em Londres.

A exposição oficial do EMP Museum contempla todas as alas citadas acima, mas as próximas três foram incluídas especialmente na edição da mostra no Brasil.

Woodstock Strat

A famosa guitarra Fender Stratocaster usada por Hendrix no festival de Woodstock também estará exposta no Shopping JK. Os fãs ficarão bem de pertinho de um dos instrumentos mais desejados da história do rock.

Saville Guitar Fragments

Apresenta a guitarra que foi usada na última apresentação de Hendrix na Inglaterra, no SavilleTheatre, antes do guitarrista voltar para os EUA.

Monterey Guitar Fragments

O público poderá conferir pedaços da guitarra usada por Hendrix no inesquecível festival de Monterey, que foi queimada e quebrada pelo músico em pleno palco.

Mixing Interaction

Ao final da visita, o público terá a oportunidade de ir a fundo e ouvir alguns sucessos de Jimi Hendrix por meio de um mixer. Este aparato permite que o visitante ouça uma música isolando os instrumentos e vozes gravadas.

Clique e veja o Views da exposição.

Hear My Train a Comin`: Hendrix Hits London
 
Quando: 10/6 até 30/7 das 10 às 22h, de seg. a sab. /  dom das 11 às 20h. A bilheteria fecha um hora antes da exposição.
Onde: Espaço JK 3° Piso, Av. Presidente Juscelino Kubitscheck 2041
Ingressos: R$40,00 inteira – R$20,00 meia (seg a qui) / R$50,00 inteira – R$25,00 meia (sex a dom). Visita monitorada para 4 pessoas – R$180,00
Garanta o seu ingresso clicando aqui ou no 3° piso do JK Iguatemi.
Mais informações da exposição: (11) 3152-6810
Mais informação sobre a compra de ingressos: (11) 2626-0931

Eventos de AGENDAanteriores